Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Há muitos pais para além dos biológicos...

19.03.14publicado por Gato Pardo

Todos os dias me sinto algo afortunado.

Fui abençoado com alguma beleza, raízes capilares firmes, fácil diálogo e bom sentido de humor. Ou seja, tinha tudo para ter feito uma excelente carreira como porteiro de discoteca. No entanto, a minha vida levou-me por caminhos distintos. E a isso tenho que agradecer às várias figuras paternais que tive na minha vida. Quero destacar duas.

Ao meu avô materno devo-lhe o gosto pelas diversas artes. A arte musical, as letras, a arte de beber um bom whisky ou fumar um bom charuto. Ah, e a arte do imenso vernáculo humorístico que ele continha dentro daquele corpo magricela e esguio. Eu bem que achava estranho com 6 anos ouvir tanta anedota porca sobre o rato Mickey mas ia lá eu questionar o homem...

Ao meu avô paterno devo-lhe o gosto pelas coisas simples da vida. O comer bem, beber melhor, levar a vida com calma suficiente para ser contemplada em toda a sua essência, ser alentejano de alma. Sermos nós mesmos, independentemente das opiniões alheias.

A ambos lhes devo muito do que sou. Foram mais que avôs, foram pais. Pais que partiram cedo demais, que deixaram saudades, apertos no coração.

A ambos digo-lhes apenas que hoje não é o dia deles. Ambos vivem no meu coração todos os dias.